Como instalar o Arch Linux com LXDE

Tuesday, Jan 6, 2015

Esse tutorial vai mostrar como instalar o Arch Linux com o gerenciador de janelas LXDE. No momento em que se escreve esse post a versão é Current Release: 2015.02.01.

Atenção: a parte da instalação do Arch Linux é válida idependente da interface grafica a ser instalada. O que isso quer dizer é: Você pode fazer esse tutorial até a parte em que instala o Arch Linux, trocar de tutorial e instalar outra interface como XFCE, Mate, Unity ou Gnome.

Obs: A instalação a seguir e feita numa maquina real (não é maquina virtual) por causa disso a parte relacionada em conexão com a internet pode divergir de outros tutoriais.

E vamos lá. Os passos a seguir seram:

  1. Requisitos básicos
  2. Preparar o HD
  3. Instalar o Arch Linux no HD
  4. Instalar outros programas
  5. Instalar o LXDE

1. Requisitos básicos

Comece baixando Arch Linux, e instale ele dentro do seu pendrive (ou cd).

Se estiver usando um outro sistemas linux e for usar um pendrive é possivel fazer através do terminal com o seguinte comando.

Terminal
sudo dd if=archlinux-2015.02.01-dual.iso of=/dev/sdb bs=4M

Lembrando que /dev/sdb deve ser a referência para o usb.

Agora se estiver usando Windows pode usar o programa Universal USB Installer.

Ter acesso a internet (cabo ou wifi).

2. Preparar o HD

Reinicer seu computardor com a midia inserida. a tela que deve aparecer é

desk

Dependendo da maquina a opção de x64 pode não aparecer, indicando que a maquina não tem suporte.

Escolha sua opção entre x86 (32 bits) ou x64 (64 bits) e de um enter.

Depois de disso deve aparecer :

Terminal
root@archlinux ~#

2.1 Conexão com internet

Digite

Terminal
root@archlinux ~# ping -c4 google.com

Caso a sua saida tenha sido algo parecido com:

Terminal
--- google.com ping statistics ---
4 packets transmitted, 4 received, 0% packet loss, time 4618ms

Não será necessário fazer mais nada, pois conexão já está feita (muito provalvelmente sua internet deve estar vindo via cabo).

Caso você esteja usando wifi (como num notebook ) e sua saida tenha sido:

Terminal
ping: unknown host google.com

Digite

Terminal
root@archlinux ~# wifi-menu

Atenção: na hora no nome do profile, alguns teste que fiz quando se tem algum espaço entre as palavras dava um erro mais na frente dizendo que não encontrava o profile. Dica: salve o nome do profile sem espaços Ex:

Terminal
nome sugerido (e potencialmente problematico):
wlp4s0-NET BRUNO
nome alternativo (e seguro)
wlp4s0NETBRUNO

Escolha a sua rede e ponha sua senha. E por fim digite as seguintes linhas:

Terminal
root@archlinux ~# systemclt start dhcpcd
root@archlinux ~# systemclt status dhcpcd
root@archlinux ~# ping -c4 google.com

Agora sua saida deve ser como:

Terminal
--- google.com ping statistics ---
4 packets transmitted, 4 received, 0% packet loss, time 4618ms

Agora que a conexão está pronta, vamos para o proximo passo.

2.2 Particionar e formatar o HD

Aqui estou assumindo que você usara todo o seu HD para o Arch Linux. Tanto no tutorial oficial do Arch, como outros artigos, é feito uma partição para boot, root e home. Particularmente eu não fasso isso. Eu prefiro uma única partição, é o que eu acho mais fácil.

Atenção: se o seu HD nunca tiver sido usado, pode aparecer uma tela perguntando o tipo, caso isso aconteça escolha a opção "DOS".

Digite:

Terminal
root@archlinux ~# fdisk -l

Disco /dev/sda: 298,1 GiB, 320072933376 bytes, 625142448 setores
Unidades: setor de 1 * 512 = 512 bytes
Tamanho de setor (lógico/físico): 512 bytes / 512 bytes
Tamanho E/S (mínimo/ótimo): 512 bytes / 512 bytes
Tipo de rótulo do disco: dos
Identificador do disco: 0x0008393b

Device     Boot Start       End   Sectors   Size Id Type
/dev/sda1  *     2048 625142447 625140400 298,1G 83 Linux

No meu caso /dev/sda é o meus hd (descrobri isso baseado no tamanho 298,1 GiB).

Agora vamos particiona-lo,

Terminal
root@archlinux ~# cfdisk /dev/sda
  1. Delete todas as partições existentes.
  2. Sobre o "Free Sapce" escolha a opção "new" (na parte insferior vai aparecer o tamnhao total do HD ) e de um enter
  3. Sobre a recem criada partição (e única disponivel) escolha a opção "Bootable"
  4. Vá em "Write" e digite yes
  5. "Quit"

Agora vamos formatar o o HD

Terminal
root@archlinux ~# mksf -t ext4 /dev/sda1

3. Instalar o Arch Linux no HD

A primeira coisa a fazer e mountar a o HD

Terminal
root@archlinux ~# mount /dev/sda1 /mnt

Antes de começar a instalar vamos mudar o mirror list para buscar os arquivos em servidores do Brasil.

Isso server para diminuir o tempo de download. Não é obrigatório mas para mim fez bastante diferença, então eu fortemente recomendo.

Terminal
root@archlinux ~# nano /etc/pacman.d/mirrorlist
  1. Crtl+W
  2. digite "Brazil" (sem as aspas)
  3. Na linha de baixo onde está: Server = http://pet.inf.ufsc.br/... aperte Ctrl+K (isso vai recortar a linha)
  4. Volte para o inicio do arquivo
  5. Em uma linha que não tena nada aperte Ctrl+U
  6. Ctrl+x para sair e salvar

Exemplo de como o aqruivo deve ficar no final

Terminal
##
## Arch Linux repository mirrorlist
## Sorted by mirror score from mirror status page
## Generated on 2015-01-01
##

Server = http://pet.inf.ufsc.br/mirrors/archlinux/$repo/os/$arch

## Score: 0.3, Germany
Server = http://mirror.gnomus.de/$repo/os/$arch
## Score: 0.3, France
...
## Score: 1.5, United States
Server = http://www.gtlib.gatech.edu/pub/archlinux/$repo/os/$arch
## Score: 1.5, Brazil
## Score: 1.5, United States
Server = http://mirrors.cat.pdx.edu/archlinux/$repo/os/$arch
...

Pronto, agora vamos realmente instalar o Arch Linux

Terminal
root@archlinux ~# pacstrap /mnt base base-devel

Agora espere (pode demorar...)

Agora que terminou de baixar e instalar a base vamos gerar o fstab

Terminal
root@archlinux ~# genfstab -p /mnt >> /mnt/etc/fstab

Vamos entrar no sistema recém instalado

Terminal
root@archlinux ~# arch-chroot /mnt
sh-4.3#

Vamos configurar a senha do root

Terminal
sh-4.3# passwd

Vamos configurar o layout do teclado (isso é temporario, no proximo reboot o layout volta para o americano)

Terminal
sh-4.3# loadkeys br-abnt2

Para deixa o teclado em pt-br de uma vez por todas vai ser necessário um pouco mais de trabalho. E vamos lá:

Terminal
sh-4.3# mkdir /etc/X11/xorg.conf.d/
sh-4.3# nano  /etc/X11/xorg.conf.d/10-evdev.conf

E digite o conteúdo dentro do arquivo 10-evdev.conf

Terminal
Section "InputClass"
  Identifier "evdev keyboard catchall"
  MatchIsKeyboard "on"
  MatchDevicePath "/dev/input/event*"
  Option "XkbLayout" "br"
  Option "XkbVariant" "abnt2"
EndSection

Atenção: Tenha certeza que o arquivo está igual ao do exemplo. Em testes percebi que caso esse arquivo fosse escrito errado o sistema não ligava, me forçando a reiniciar a maquina com se fosse instalr e montar a partição e editar o arquivo.

Agora vamos configurar a lingua do sistema para pt-br

Terminal
sh-4.3# nano /etc/locale.gen
  1. Crtl+W
  2. digite pt_BR.UTF-8
  3. Retirar o comentario "#" no inicio da linha
  4. Crtl+W
  5. digite en_US.UTF-8
  6. Retirar o comentario "#" no inicio da linha
  7. Ctrl+x para sair e salvar

O arquivo final deve ficar assim:

Terminal
...
en_US.UTF-8
...
#ps_AF UTF-8
pt_BR.UTF-8 UTF-8
#pt_BR ISO-8859-1

Com o arquivo pronto, vamos inpor ao sistema a nova lingua

Terminal
sh-4.3# locale-gen
Generating locales...
en_US.UTF-8... done
pt_BR.UTF-8... done
Generation complete.
sh-4.3# echo LANG=pt_BR.UTF-8 > /etc/locale.conf
sh-4.3# export LANG=pt_BR.UTF-8

Agora vamos configurar a hora ( no meu caso é litorial -3)

Terminal
sh-4.3# ls /usr/share/zoneinfo/Brazil/
Acre  DeNoronha  East  West
sh-4.3# ln -s /usr/share/zoneinfo/Brazil/East /etc/localtime
Lebrando que: Acre = -5h, West = -4h, East = -3h, DeNoronha = -2h.

Vamos instalar o o gerenciador de boot

Terminal
sh-4.3# pacman -S grub
sh-4.3# grub-install /dev/sda
sh-4.3# mkinitcpio -p linux
sh-4.3# grub-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg

Se você estiver usando wifi é necessário instalar os seguintes pacotes:

Terminal
sh-4.3# pacman -S dialog wpa_supplicant

Terminamos com o HD agora e hora de reiniciar, e não esquece de remover a midia.

Terminal
sh-4.3# exit
root@archlinux ~# umount -a
root@archlinux ~# reboot

4. Instalar outros programas

Faça o login no sistema com o usuario root e senha que você configurou mais cedo.

Vamos testar a conexão

Terminal
root@archlinux ~# ping -c4 google.com

Se a respota for:

Terminal
--- google.com ping statistics ---
4 packets transmitted, 4 received, 0% packet loss, time 4618ms

Tudo ok, senão vamos lá configurar a wifi (lebrando de não por espaços no nome do profile)

Terminal
root@archlinux ~# wifi-menu

Nesse momento em alguns outros tutoriais você seria instruido a habilitar o DHCPCD, só que no nosso caso não vamos fazer isso. Fazendo alguns testes percebi que, não é necessário, o DHCPD já está sendo executado (provavél mente outro programa já deve chama-lo). E se caso fosse executado o comando nós teriamos um erro

Terminal
root@archlinux ~# systemctl enable dhcpcd.service
root@archlinux ~# wifi-menu
erro: the service is already up
Por isso não habilite o dhcp

Vamos começar a instalar os drives de video e audio .

O para descobri o drive de video veja

Terminal
root@archlinux ~# lspci | grep VGA

a saida do meu foi

Terminal
00:02.0 VGA compatible controller: Intel Corporation Core Processor Integrated Graphics Controller (rev 02)

Nesse caso o pacote para o drive da intel

Terminal
root@archlinux ~# pacman -S xf86-video-intel

Agora vamos aos outros drives (audio, video, touchpad)

Terminal
root@archlinux ~# pacman -S alsa-utils alsa-firmware
root@archlinux ~# pacman -S xorg-server xorg-xinit xorg-server-utils
root@archlinux ~# pacman -S xorg-twm xorg-xclock xterm
root@archlinux ~# pacman -S ttf-dejavu
root@archlinux ~# pacman -S xf86-input-synaptics
root@archlinux ~# pacman -S wicd wicd-gtk
root@archlinux ~# systemctl enable wicd.service

Agora vamos testar se os drives estão devidamente instalados e funcionando

Terminal
root@archlinux ~# startx

A tela abaixo deve aparecer

startx

Para sair digite "exit" em todas as janelas

Agora vamos instalar os prgramas basicos:

Terminal
root@archlinux ~# pacman -S firefox
root@archlinux ~# pacman -S flashplugin
root@archlinux ~# pacman -S jdk8-openjdk

Falta muito pouco agora...

Até esse momento somente usamos o usuario root, então vamos criar o nosso;

Terminal
root@archlinux ~# useradd -m bruno
root@archlinux ~# passwd bruno
root@archlinux ~# nano /etc/sudoers
##
## User privilege specification
##
root ALL=(ALL) ALL
bruno ALL=(ALL) ALL

Salve o arquivo sudoers.

5. Instalar o LXDE

O fim

Terminal
root@archlinux ~# pacman -S lxde
root@archlinux ~# systemctl enable lxdm

Reicie e pronto tudo funcionado

referências

Wiki Arch Linux

Linux Veda

Marcelo Fox (video)

Marcelo Fox (artigo)